quarta-feira, 6 de julho de 2016

Uma carta para o meu marido !!!!


Nao pude deixar de publicar!!!

Uma carta para o meu marido nesta fase estranha da vida



Na  vida está estranha agora, né?
Não quero dizer que ela seja estranha. Ela apenas está. Trabalhamos para receber o salário para pagar tudo e parece sempre que há mais mês do que dinheiro. Há duas pessoas muito pequenas em volta da gente, que são como chefes, enquanto nos esforçamos para manter o controle. Estamos sendo puxados em tantas direções que muitas vezes estamos em lados opostos.
Então, nós brigamos. Nós brigamos sobre as decisões como pais e de quem é a vez de trocar uma fralda suja. Brigamos sobre dinheiro e sobre as vezes que escolhemos comer fora na semana passada. Brigamos sobre roupa pra lavar e limpeza da casa. Nós brigamos sobre as coisas estúpidas que, eventualmente, esquecemos do que se tratavam e começamos a brigar praticamente sozinhos.
E isto é exaustivo. Tantas exigências sobre nós. Horários, visitas da família, inúmeras obrigações. Intermináveis mamadeiras de suco e seus derramamentos iminentes sobre o tapete. Bebês com fome que funcionam como alarmes às 6 da manhã. E quando finalmente consigo me sentar pela primeira vez em duas horas, isto é o suficiente para alguém precisar de mim imediatamente. Às vezes é difícil até conseguir respirar um pouco, muito menos conseguir uma pausa para fazer xixi em paz.
Nós sentamos, um em frente ao outro, muito em silêncio. Não porque não temos nada para falar, mas simplesmente porque estamos cansados de falar. Às vezes eu percebo que há coisas importantes que eu não disse a você, porque nós apenas não tocamos no assunto. Eu tenho saudade daquela proximidade que tínhamos quando nossa vontade de falar era outra e nosso tempo era consumido um com o outro. Neste momento, o sono é melhor do que sexo e jogar jogos em nossos telefones é mais relaxante do que uma conversa.
Isso não quer dizer que eu sou infeliz. Esta é a vida que a gente sempre sonhou. Eu não amo nada mais do que você e nossos filhos. A exaustão das nossas vidas é melhor do que qualquer coisa que eu consigo imaginar.
Mas o meu coração anseia por ti mais do que ninguém.
E eu sei que é tão difícil agora. Mas estou aguentando.
Porque eu vou precisar de você.
Eu vou precisar de você para me dizer que tudo vai ficar bem quando eu chorar no primeiro dia de jardim de infância de um dos nossos filhos. Eu vou precisar de você para me segurar quando eu receber algum telefonema com más notícias. Eu vou precisar de você para administrar as coisas depois que eles decidirem sair de casa para a faculdade e morar fora.
Eu vou precisar de você para segurar minha mão quando estivermos juntos no banco de uma igreja no casamento de um filho. E eu vou precisar de você para dançar comigo na recepção. E eu vou precisar que você me abrace muito nessa noite, enquanto eu estiver lembrando todas as memórias da vidinha do nosso filho quando pequeno e chorar porque ele não é mais só meu.
Eu vou precisar de você quando eu não tiver mais tantos compromissos. Quando não tiver ninguém gritando por suco de laranja ou chorando sobre os dinossauros não-existentes que vivem em seus armários. Quando não tiver mais mamadeiras pra lavar ou brinquedos para pisar em cima. Quando eles estiveram aqui apenas nos fins de semana, e em vez de trazerem uma trouxa de roupa suja, eles trouxerem os nossos netos com eles. Eu vou precisar de você para me comprar um balanço da varanda e eu vou precisar de você para sentar-se ao meu lado e segurar a minha mão e me dizer como você é grato por esta vida que construímos juntos.
E, ainda assim, eu precisando de você pra tudo isso, saiba também que: eu quero você, também. Eu quero que você esteja em cada passo do meu caminho.
Então, se isso significa se sentar um em frente ao outro num silêncio constrangedor enquanto esperamos esta fase da vida passar, isso é bom. Eu vou estar sentando perto de você para que você saiba que eu estou aqui e eu não vou a lugar nenhum. Eu posso até mesmo segurar sua mão. Enquanto a outra mexe no telefone, é claro.
Eu te amo, e eu vou continuar a amá-lo através de tudo isso.
O silêncio é bom, contanto que eu esteja com você.

terça-feira, 8 de março de 2016

Olha que texto lindo... de fato somos o Sal...
Eu sou mãe,
Eu sou mulher,
Eu sou filha,
Eu sou o despertador,
Eu sou a cozinheira,
Eu sou a empregada doméstica,
Eu sou a professora,
Eu sou o garçom,
Eu sou a babá,
Sou a enfermeira,
Eu sou uma trabalhadora braçal,
Eu sou a agente de segurança,
Eu sou a conselheira,
Eu sou o edredom,
Eu não tenho feriados,
Eu não tenho licença por doença,
Eu não tenho dia de folga,
Eu trabalho dia e noite,
Estou de plantão o tempo todo,
Não recebo salário e...
Ainda escuto a frase...
"Mas o que você faz o dia inteiro?"
Dedicado a todos as mulheres que dão suas vidas pelo bem estar de suas famílias!
 😘😊
🍃

Mulher é como sal
Sua presença nunca é lembrada, mas sua ausência faz todas as coisas ficarem sem sabor🐾👍

quarta-feira, 2 de março de 2016

Porque tive outros filhos?
Depois do sufoco do primeiro parto,
Depois do primeiro ano difícil do primeiro filho,
Depois de saber de todos os gastos que um filho nos permite ter,
E por essas e tantas outras razões, quando a gente anuncia uma segunda ou terceira gravidez, se depara com boas e "não tão boas" reações...
Algumas pessoas entendem como mais uma benção, outras como "mais trabalho".
Algumas pessoas ficam felizes por você, outras te acham "louca"...
E pra essas pessoas, só posso responder que SIM, EU SOU LOUCA.
Sou louca para que o meu filho sinta o amor de um irmão.

E tb brigue com alguem, q o ame tanto e lhe ensine o perdao!!
Sou louca para não vê-lo mais brincando sozinho no chão do seu quarto.

E tb rabiscando as paredes juntos!!!
Sou louca para ver um cuidando do outro.

E tb dormido de mao dada qdo bate o medo!
Sou louca para ver o amor que existirá entre eles.

E tb ve-los sendo padrinhos de casamentos uns do outro!
Sou louca para ir embora tranquila dessa vida sabendo que na dor, eles terão em quem se apoiar.

Msm q esta dor o destrua... o ombro q sente a msm dor sempre sabe como e o choro!
Sou louca pra ver a minha casa cheia de amor, de alegrias e de gargalhadas!

E tb mesas de domingos cheias!!!
Sou louca por que sei que essa vida só faz sentindo quando plantamos coisas boas, e assim levarei a gratidão dos meus filhos por terem um ao outro.
Eu estou fazendo o que eu acredito que seria o melhor para o meu filho e o melhor que eu poderia deixar para ele, seria não deixá-lo sozinho nesse mundo tão cheio de individualidades.
Então, antes de julgarem quem quer ter 1, 2 ou 10 filhos, entenda aquilo que a mãe quer deixar de melhor pro mundo dela.



Sei q estou sumida kkk mas vou voltar!!!

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Um texto lindo, que me reconheci em varias partes!!! Para vcs:




Há um tempo quero admitir, mas é duro dar o braço a torcer:  mãe é mãe. 
 
Elas humildemente nos permitem acreditar que somos acionistas em 50%
da sociedade. Mas se chegar aos 20% já é lucro.
 
Apesar de um leve acréscimo abdominal, meu corpo não mudou muito na 
gravidez. O dela completamente. Os hormônios estouraram, bateu o enjôo, 
as pernas incharam, a barriga cresceu e ela levava golpes internos 
freqüentes de um pequeno mamute chamado João. 
 
Após nove torturantes meses carregando o excesso de bagagem, ela 
enfrentou a ansiedade do parto, dores absurdas e um longo período de 
recuperação após a retirada da criatura.
 
Como se não bastasse, os seios racharam, sangraram e doíam a cada 
mamada. Sem falar nas longas noites não dormidas.
 
E eu? Tentei ser o mais presente e solícito em tudo. Levantando a noite, 
dando banho, trocando fraldas. Um super pai. Mas também fui à academia, 
saí com amigos, ia sempre trabalhar. 
 
Ela? nunca sequer descolou dele. A primeira vez que se afastou um pouco 
foi em um casamento, já com seis meses, por duas horas.
 
Ela sempre faz as papinhas, com muito capricho. Sempre escolheu todo o 
vestuário e bugigangas de bebês. Nunca esqueceu as mamadeiras, fraldas,
chupetas, enquanto o super ajudante, vulgo eu, esperava com o bebê 
no carro. 
 
A cada vez que ele caía tentando se equilibrar, enquanto eu levantava do 
sofá, ela já tinha pego ele no colo. 
 
Mas até então julgava ter a mesma contribuição que ela na criação do 
nosso filho. Até essa semana.
 
Tenho trabalhado bastante, é verdade. Eles passam boas noites sem 
minha presença em casa. Mas sempre que estamos juntos brincamos 
muito e busco participar de tudo. Ele costuma dar boas gargalhadas até 
ficar exausto. 
 
E nessa semana, por duas noites algo me chamou atenção. Depois que 
passava a parte da farra e batia o mau humor do sono ele não quis o meu
colo. E olha que já o fiz dormir muitas vezes. Achei que era só irritação 
mesmo, mas ele olhava para todo lado e não encontrava o que queria. 
Tentava acalmá-lo, mas a sacudida piorava o choro. Aí notei que quando 
a mãe entrou e o pegou, o problema foi resolvido. Chegou seu porto seguro, 
ele ficou em paz. O choro parou e ele dormiu rapidamente. Só então percebi 
que a mãe é tudo para ele.
 
Me entendam bem, não estou desmerecendo meu papel. Sei que não sou 
um pai ausente e que a criança tem fases. O pai tem um papel fundamental 
no desenvolvimento dos primeiros anos da criança. Não há nada pior que 
um pai que não assume seus filhos. 
 
O motivo de estar compartilhando isso é simplesmente admitir e respeitar 
o poderoso vínculo materno. 
 
A maternidade é uma difícil profissão, de certa forma ingrata, já que depois
de todo esse amor o filho cresce e toma seu caminho. Além de não ser 
remunerada. E deveria. É tão honrada e necessária quanto a dos 
professores.
 
Sei que ainda não é dias das mães, mas para os nossos pequenos, todo
dia é dia delas. 
 
Evandro Salgado 

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Mamae Peppa!!!

um breve texto referente a Sra. Mamãe Pig... (autora Fabiana Deziderio)

Por que a mãe da Peppa pig tem paciência e eu não???
Todas as vezes que vejo Peppa Pig - e não é pouco, porque todo mundo em casa gosta – reparo na paciência tibetana da mãe das personagens.
Eles detonam o e-mail de trabalho, sujam a casa, estragam maquiagem e roupas e todo mundo termina o episódio no chão, rindo de chorar....
Pausa: Por aqui eu também caio no chão, mas eu tiro o riso, e fico só com o choro…
Aliás, falando em choro, alguém no universo intergalático explica que cacete acontece com as crianças de 4 anos? POR QUE ELES GRITAM TANTO???
Sei lá, as vezes penso que o terrible two foi fichinha e vou confessar: é fácil, fácil demais perder a paciência… Falando nela, voltemos a questão exposta no título deste post.
Dia desses, estava pensativa (ou seja, me sentindo uma merda de mãe) e comecei a reparar na Mamãe Pig (que usa alongadores de cílios). Ela é tão paciente, mas tão paciente que Jó ficaria irritado.
E acompanha meu raciocínio: veja que no mínuto 1:10 do vídeo acima a força materna aparece. A Mamãe Pig não briga, não potencializa a rivalidade entre irmãos, não diz: “Peppa, sua porca má!!!”. Ela, com muita calma, se coloca no frágil papel de “bobinha” e integra os irmãos, deixando tudo em paz. Morra de inveja Freud, ela é bem resolvida e não precisa de você!
Mas eu saquei a suína, saquei sim. Sabe por que ela tem paciência de ouro? Porque os filhos entendem tudo na primeira explicação. Pode reparar: quando George chora, eles, os pais, falam uma única vez e tudo fica resolvido!
Agora acorda e presta atenção no que vou lhe contar: apesar de traço simples e histórias fofas, essa família é mais ficção científica que Matrix, Guerra nas Estrelas e A Origem juntos.
Em que casa uma mãe fala uma vez só? Essa porca nasceu para sapatear na nossa cara, para esfregar a maternidade perfeita nas mortais. Máquina programada para nos detonar.
Mamãe Pig, estou de olho em você, estou sim, rs.
 
 

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

SEM FILHOS????

DESABAFO...

Sabe aquela frases, quanto mais eu rezo mais assombração me aparece? pois e.... estou meio assim ultimamente...
Gente tao complicado escrever isso... Adoro meus amigos sem filhos rsrsr Alguns sao realemtne uns amores, tipo minha prima Dri... me sinto em casa, qdo estou na casa dela... ela nao tem filhos, porem nunca me senti mal qdo meus "anjos" colocam o pe no sofa, ou pegam o cellula...r pra ver rsrsrs
Claro q a educacao aqui em casa nao falta (gracas a Deus) porem, QUEM TEM FILHOS, sabe do q eu falo... por mais q antes de sair de casa, vc reze um terco na orelha deles... eles VAO colocar o pe na cadeira... eles VAO colocar o pe no sofa e VAO sim pegar seu cellular pra ver rsrsrsr Claro q isso aqui em casa nao e proibido...eles sao Criancas... nao sao robos!!!!
Eles tb nao vao destruir a casa dos outros... mas tem pequenas coisas q eu realemnte nao ligo... coloca ro pe no sofa??? Ate eu coloco rsrsr Desculpe ...
Outra coisa, Depois q temos filhos, eu posso amar vc... porem nao maltrate meus filhos.... vou passar a te evitar! e se percebo q isso so acontece na sua casa...
Entao vc sera muito bem recebido na minha... onde meus "anjos" nao fiquem deslocados, e nao atrapalhem o papo... para vc ficar explicando do pq eles nao podem sujar a sua casa
Outra coisa... irmao brigam... demorei mais entendi q isso e normal...
Mas isso nao pra quem tem filho unico.... pq sozinho ninguem briga, ninguem tem em quem colocar a culpa rsrsrsr
Hj to chata... sabe qdo q vc passou o fim de semana engasgada???? e usa a segunda feira pra ser Chata??? SOU EU!!!
Desculpa... mas attire a primeira pedra, quem nunca passou por isso....
E sabe o q eu desejo para esses "amigos" meus???? Q tenham filhos... Q sejam Felizes... Q descubram q uma cadeira suja... um sofa Sujo... nao vale nada perto de um abraco e um eu te amo de um filho!!!!
Ver mais

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

10 anos sem vc!

Sabe...
As vezes o dia custa a passar...
As horas estão carregadas...
E nao acreditamos como um dia pode demorar tanto... sendo que 10 anos passaram voando....
Como 10 anos pode parecer uma eternidade, e no mesmo tempo, qdo eu fecho os olhos parece que foi ontem!
Como um dia só, pode trazer recordações tao sofridas, e vontades absurdas de ter uma maquina do tempo...
É... já se passaram 10 anos sem você!!!!
Já se passaram 10 anos de uma vida! e aqui em casa... vieram mais 2 vidas que vc não conheceu!!!
Meu coração sangra... ainda nao entendo como vc pode ter partido assim... tão cedo!!!!
Você não teve tempo de participar de minhas vitorias, de participar de coisas simples..


Você não viu meu filho aprender andar de bicicleta... não acompanhou febre, brigas por notas boas...


Não esteve ao meu lado qdo tirei a carta de motorista... tenho ctz q se teria orgulho de mim!!!


Você teria orgulho, de ver como tento ser boa mãe, que tudo que me mostrou eu estou tentando fazer...


Sua memoria, esta sendo conservada, falo de voce quase todos os dias... 


Falo de suas reclamações, de seus conselhos, da sua cara feia qdo recebia um beijo, mas principalmente falo de todo amor que me deu! da Saudades que voce deixou...


Do quanto doi você não estar aqui comigo...


E que eu daria tudo pra ter vocÊ ao meu lado... ao menos por mais 1 hora...
MEU PAI... quantas saudades esse dia me traz! Te amo muito mais que ontem, e com certeza menos que amanha!!!